Futebol Formação

PARTILHE AS SUAS FOTOS [arquivos@portimonense.pt]

Resumo

 

JUNIORES

A categoria aparece na meio da década de 40 e ao que tudo indica os treinadores dos seniores acompanhavam e treinavam a equipa de formação, pelo menos até muito perto do final dos anos sessenta. 

O escalão servia essencialmente para formar jovens jogadores que iriam depois fazendo parte das terceiras e segundas categorias até poderem jogar na equipa principal.

A partir de 1994 e até cerca de 2000? a Federação permitia a inscrição de jogadores (3?) nos jniores que fossem do 1.º ano de seniores.
Futebol de Salão (escola de futebol)

Nos finais de 1959 ou inicio de 1960, sob orientação de Fernando Cabrita formou-se a primeira escola de futebol do Portimonense com o objectivo de formar os seus próprios jogadores em vez de ter que "pescar" nos clubes vizinhos os jogadores para os juniores e seniores.

Naquela altura não existiam Iniciados nem Juvenis, e era complicado encontrar espaços ou formar equipas com atletas mais jovens para se fazer treinos com onze jogadores de cada lado.

A denominação "Futebol de Salão", assenta simplesmente no facto, de na altura esta ser a modalidade que permitia opor num jogo de futebol equipas de cinco jogadores de cada lado.

Ao contrário do que o nome indica, os jovens atletas evoluiam no ringue ao ar livre que existia nas instalações do clube.

Uma vez que o Portimonense só tinha Juniores e Senioes, este projecto consistia em formar jovens jogadores até aos 15 anos para que pudessem, depois, já com alguma experiência evoluir no futebol de onze, primeiro nos  juniores e mais tarde alinhar na equipa principal.

Juvenis

Apesar de supostamente só a partir de 1970/71 ter sido oficializado este escalão no Portimonense, já encontramos registos de alguns jogadores inscritos desde 1966/67

Iniciados

Os iniciados tieveram inicio a partir de 1973/1974
 
 
Infantis
Surgem em 1979/1980 os primeros registos de jogadores inscritos neste escalão
 
 

Pode ler-se no livro do Portimonense "1914/2003 - 89 Anos de História" de Armando Alves: 

O primeiro êxito do futebol juvenil do Portimonense remonta a 50/51, com um triunfo por 2-1, diante do Farense, em Silves, a proporcionar uma saborosa conquista: o titulo distrital de juniores. Cerca de uma decada mais tarde os alvi-negros viriam a ter uma excelente equipa naquele escalão, orientada por Fernando Cabrita, que desenvolveu um interessante projecto de fomento das camadas jovens, debatendo-se, contudo, com a falta de condições.

Em 70/71 o clube passou a contar com uma formação de juvenis e os sucessos eram espaçados, com as dificuldades a aumentarem depois da subida do clube à I Divisão, em seniores: o arrelvamento do campo 'despejou' as camadas jovens do unico espaço (então) existente na cidade e só o entusiasmo de um grupo reduzido de 'carolas' permitiu que o clube mantivesse equipas na formação.

Dois titulos de juniores e outros dois de iniciados nao esconderam as imensas dificuldades vividas em toda a década de 80 e, num ano, o Portimonense nem sequer formou equipa de juniores. Noutros, a qualidade do trabalho desenvolvido deixou muito a desejar, pois os treinos e os jogos disputavam-se em campos emprestados (Alvor e Montes de Alvor), com as consequentes dificuldades de ordem logistica dai resultante, não raras vezes traduzidas em prestações competitivas longe do desejavel. Os apoios eram escassos e faltava de tudo um pouco.

Em 87/88 os juniores sagraram-se campeões do Algarve, ascendendo ao nacional da I Divisão, mas depressa voltariam aos regionais, como havia sucedido noutras ocasiões. Só a partir de meio da década de 90 o futebol juvenil viu um quadro de todo desfavorável alterar-se: Alberto Estevão, entretanto eleito presidente, definiu a formação como uma das prioridades e, sob o impulso de Luis Batalau e outros dirigentes, foi feito um esforço significativo no ambito das infra-estruturas, primeiro passo para uma melhoria qualitativa.

Os resultados de tal investimento nao tardaram: dois titulos distritais de juniores, quatro de juvenis e um de iniciados e uma presença regular nos campeonatos nacionais desses escalões assinalaram a o final da década de 90, havendo ainda a acrescentar a presença nas segundas fases em algumas temporadas. Tudo sob o comando de técnicos diplomados, com as condições imprescindiveis para o desenvolvimento de um trabalho capaz, incluindo apoio médico e equipamentos.

NOTAS:

Idades/Escalões:
11-12 Infantis
13-14 Iniciados
15-16 Juvenis
17-18 Juniores
 
 
Deixe um comentário em baixo pelo Facebook ou envie para arquivos@portimonense.pt